“As aulas à distância basearam-se na proximidade e diálogo”

Ana Sofia Ferreira é diretora pedagógica do Externato Nossa Senhora do Rosário, em Cascais, que pertence às Filhas de Maria Auxiliadora e conta já com mais de 40 anos ao serviço da comunidade. Enquanto instituição de ensino, atravessou as dificuldades colocadas pelas aulas à distância, mas reinventou-se, adaptou-se e conseguiu chegar a todos os seus alunos.

0
461

Como caracteriza este colégio?

O Externato Nossa Senhora do Rosário (ENSR) conta com uma proposta alicerçada numa formação integral, em que se «educa evangelizando e se evangeliza educando».  No ENSR, bem como em todas as presenças das Irmãs Salesianas em Portugal, cultiva-se um ambiente de família, pautado por valores cristãos. A nossa missão é ensinar as crianças e os jovens a serem «bons cristãos e honestos cidadãos», tal como o sonharam os fundadores das Salesianas, S. João Bosco e Santa Maria Domingas Mazzarello. Trilhamos caminhos com espírito de missão e de serviço, procurando o melhor para cada pessoa. Em corresponsabilidade, as famílias, crianças, alunos e educadores docentes e não docentes fazem parte de uma casa, habitada por Irmãs Salesianas, suporte carismático desta missão.

O lema escolar de 2020 foi abalado pela situação de pandemia?

O lema anual é uma bússola. «És missão. Estou contigo!» não só se adequou aos tempos da conjuntura atual, bem como foi a pedra angular para a gestação de comunidades de aprendizagem à distância, assente num ambiente educativo de proximidade e de diálogo. Alinhavaram-se horários, adequaram-se perspetivas de ensino e assim conseguimos cinco dias deaprendizagens sempre acompanhadas, unidos a cada aluno com alegria e esperança renovadas.

Onde estão situadas as outras escolas pertencentes às Irmãs Salesianas?

As Irmãs Salesianas têm sete presenças, caracterizadas por um ambiente de ação educativa partilhada e uma perspetiva evangelizadora.  Uma creche e Pré-escolar em Paranhos da Beira – Centro de Assistência Social N.ª Sra. de La Salette. Pré-escolar e 1.º Ciclo em Viana do Castelo – Externato S. João Bosco; Arcozelo, Gaia – Externato N.ª Sra. de Fátima; Cascais – Externato N.ª Sra. da Assunção; Setúbal – Casa Santa Ana; e emVendas Novas, o Colégio Laura Vicunha.

Como lidaram com as aulas à distância?

Reinventámo-nos, mas nunca dispersámos. Entrámos em casa dos alunos, desde o tempo designado de “bom dia,” na voz do diretor de turma/professor titular, até à hora diária de esclarecimento de dúvidas ou do serviço de psicologia. Fomos presença viva em espírito de missão, com a colaboração de todas as pessoas da comunidade. O sucesso a todos se deve.

Como estão a preparar o próximo ano letivo?

Estamos a cuidar para que as escolas continuem a ser espaços seguros. Iniciaremos com o regime presencial, dando a conhecer à comunidade educativa a atualização do Plano de Contingência e o Plano Pedagógico de Transição.

Que mensagem gostaria de deixar aos pais e às crianças e jovens que iniciarão as aulas no ENSR no próximo ano letivo?

Confiemos. Juntos, traçaremos caminhos de aprendizagem e enfrentaremos os desafios. Obrigada a todos os que são parte do ENSR.

www.ensr.salesianas.pt

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here