Complemento Solidário para Idosos sofre alterações

0
70
Imagem: Instituto Isads

Foram aprovadas esta quinta-feira, em Conselho de Ministros, as alterações ao Complemento Solidário para Idosos.

O novo decreto-lei estende até ao terceiro escalão o fim do impacto do rendimento dos filhos e ainda define a criação de um mecanismo simplificado que assegure o fim do pagamento inicial dos medicamentos não comparticipados pelo Estado.

A ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, remeteu mais explicações para mais tarde, através do Ministério do Trabalho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here