Desempregados e trabalhadores em lay-off são solicitados por 70 instituições sociais

0
78
Imagem: Sapo

De acordo com as novas medidas de apoio ao lay-off e ao desemprego, e dada a situação pandémica atualmente em vigor, o Governo decidiu que quem estivesse desempregado ou em período de lay-off poderia ser solicitado por instituições de saúde ou de apoio social, de forma a prestar auxílio à comunidade que dela necessite.

Os desempregados recebem um apoio de 438,80 euros e os trabalhadores em lay-off cerca de 658,20 euros.

Esta medida, lançada a 1 de abril, foi reforçada esta segunda-feira pela ministra do Trabalho, Solidariedade e da Segurança Social, Ana Mendes Godinho, em declarações à Sic Noticias e permite ajudar aqueles que estão desempregados ou em lay-off, na medida em que obtêm, durante um período de três meses, um rendimento extra, bem como as próprias instituições sociais e de saúde, que atravessam agora um período em que o trabalho aumentou, dada a pandemia de Covid-19.

Para se candidatarem, as pessoas devem ter mais de 18 anos e menos de 60 e não pertencer a nenhum grupo de risco. É necessário preencher um formulário no site do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here