Desemprego está em fase descendente

0
158
Imagem: LinhaValor

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, assegurou, numa entrevista à rádio Antena 1, que a curva do desemprego é descendente.

Embora o desemprego tenha sofrido um aumento desde fevereiro, e até ao momento atual, contando com mais de 93 mil pessoas desempregadas do que antes da pandemia, Ana Mendes Godinho explica que agora esse aumento já não está a verificar-se.

O mês em que se registaram mais novos desempregados foi em abril, com 48 mil novas inscrições para receber subsídio de desemprego, mas em maio o número desceu para 16 mil, o que reflete, nas palavras da ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, um retorno ao trabalho e a reabertura das atividades económicas, que voltam a necessitar de colaboradores.

No entanto, Ana Mendes Godinho admite preocupação com os números e admite a necessidade de existir capacidade de resposta para fazer face a esta situação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here