Mais de 600 mil pessoas pediram ajuda alimentar

0
88
Imagem: radiopax

Em dois meses, os pedidos de ajuda alimentar a instituições aumentaram cerca de 50%.

De acordo com o Correio da Manhã, o presidente da Caritas Portuguesa, Eugénio da Fonseca admite que os pedidos de ajuda tiveram um aumento de perto de 50%, sendo que 600 mil pessoas, nos dois últimos meses, recorreram à ajuda alimentar.

Este número resulta das dificuldades financeiras súbitas causadas pela pandemia do coronavírus, sendo que Eugénio da Fonseca alerta ainda para os empréstimos com moratória, para pagar a renda, que, na sua opinião, “podem ser uma armadilha”. O aumento de pedidos de ajuda e muito maior, alerta o presidente da Cáritas Portuguesa, do que o registado no período da Troika.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here