Os seus filhos veem bem?

Algumas crianças podem dar sinais de que não veem bem, outras podem não manifestar dificuldades no dia-a-dia. Além disso, uma criança que nunca viu bem não tem conhecimento da sua realidade, e, por isso, não se queixa.

0
580

Uma criança que vê mal apenas de um dos olhos consegue fazer uma vida normal, e dificilmente os pais ou educadores irão notar dificuldades. Nestes casos, o olho afetado quase sempre apresenta ambliopia (vulgarmente chamado olho preguiçoso), que é uma das principais causas, tratáveis, de diminuição de visão, se detetada precocemente. Após os 8 anos de idade, a chance de o olho recuperar a visão, mesmo com tratamento, é muito baixa.

Há alguns tipos de erros refrativos, tais como a hipermetropia, em que as crianças conseguem focar através de mecanismos compensatórios, mas a sua não correção pode levar ao cansaço ocular e visão turva após tempo prolongado dos trabalhos escolares. São situações em que as crianças não expressam queixas visuais, mas estão sempre cansadas, não querem estudar e frequentemente queixam-se de dores de cabeça ao final do dia.

Assim, os rastreios visuais durante a infância são essenciais para deteção de erros refrativos e de doenças oculares. Na maioria destes casos, o rendimento escolar das crianças melhora após a prescrição de óculos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here