“A advocacia é pioneira na utilização da Inteligência Artificial”

A Roox define-se como uma empresa que humaniza a tecnologia. Dedicada, em particular, à área jurídica e do Direito, desenvolve soluções adequadas às necessidades dos clientes e às tarefas rotineiras que este setor tem. O CEO, Luís Fernandes, destaca quatro exemplos de aplicações que ajudam os profissionais da advocacia no dia a dia.

0
451
Luís Fernandes, CEO

Como é que esta humanização da tecnologia se vê diariamente?

Na ROOX entendemos que a tecnologia não deve ser encarada como o fim em si, porque esta deve ser acompanhada da compreensão das necessidades e das capacidades das pessoas e das organizações. As tecnologias devem possibilitar acesso à informação que faz sentido no momento certo, possibilitando um trabalho sem fricção, criativo e virado para atividades de valor acrescentado, por contraposição a tarefas rotineiras e mecanizadas.

Quais os principais desafios com que o setor do Direito se debate e que a tecnologia pode ajudar a resolver?

Embora ainda exista uma advocacia tradicional que faz todo o sentido, o número de advogados em sociedades tem vindo a ocupar um espaço cada vez maior. Se para um advogado em prática isolada, através do recurso a diversos meios tecnológicos, existe hoje uma capacidade enorme para fazer mais e de forma independente, nas sociedades de advogados, embora com respeito aos limites éticos e deontológicos do setor, existe uma preocupação de gestão a par de qualquer outra empresa que focada na gestão de pessoas, na maximização do retorno e no marketing. É hoje em dia frequente na ROOX trabalhar projetos em cocriação com os seus clientes, muito para além da entrega da tecnologia out of the box e estandardizada. Também já é um paradigma ter as sociedades de advogados como driver da economia e da tecnologia, como exemplo de projetos pioneiros na utilização de Inteligência Artificial ou BlockChain / Smart Contracts, algo que ainda é considerado desconhecido para muitas empresa.

Quais os principais produtos de que dispõem e que podem facilitar as tarefas rotineiras do dia a dia de um profissional da advocacia?

De acordo com a nossa visão da humanização da tecnologia, existe a preocupação em automatizar a rotina, sendo esse princípio transversal em todos os produtos que entregamos. Podemos, no entanto, referenciar quatro que se destacam no nosso universo, pelo impacto muito positivo que trouxeram ao dia a dia dos advogados. Em primeiro lugar a incontornável gestão documental iManage Work, produto líder mundial em Sociedades de Advogados, sendo desenhado por advogados para advogados, assentando no princípio “make knowledge work”, muito para além do simples arquivo de documentos; a captura automática de atividades com o Intapp Time, que indica o tempo que foi gasto, em que cliente ou dossier. O FLOW BPM responde aos processos de diversificada complexidade da sociedade, evitando a troca sistemática de emails de interação entre a equipa, bem como reduz potenciais erros humanos na execução dos mesmos. Por fim, o CORE que assume a filosofia “One Place For Lawyers”, ou seja, uma plataforma que permite ao advogado trabalhar num único interface com todas as plataformas que necessita.

As vossas soluções são adaptáveis e personalizáveis?

Existe sempre uma elevada capacidade de customização, embora tentemos que existam padrões que devem ser aplicados, que são o resultado da nossa vasta experiência e são uma grande vantagem para os nossos clientes, porque lhes permitem beneficiar de modelos testados, diminuindo o seu esforço de análise, risco e adoção.

Como foi possível à ROOX manter-se próxima dos clientes, mesmo em tempos de pandemia?

O nosso esforço em assegurar a transição e adaptação dos advogados do ambiente de escritório para os domicílios provocou uma interação em maior número, mais próxima e flexível, embora remota. Por outro lado, o paradigma das reuniões presenciais do passado, com os constrangimentos de deslocação e conciliação de agendas, passaram a ficar mais ágeis e à distância de um clique, com a videoconferência.

Quais os planos futuros relativamente à tecnologia e soluções digitais?

Para além de investimento em soluções orientadas para a melhoria constante da produtividade, onde a IA é o paradigma, estamos a trabalhar em soluções que permitem aos nossos clientes apresentarem diferenciação de serviço para os segmentos a que se dirigem, ou mesmo para criar novos mercados ainda latentes e com necessidades. Por outro lado, existe um investimento significativo no aumento da capacidade Cloud, uma vez que a pandemia veio expor algumas incapacidades dos clientes, como resposta a modelos de trabalho mais distribuídos ou híbridos, onde a segurança da informação assume um papel central.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here