Banca admite prolongar as moratórias para os mais afetados

0
79
Imagem: Pixabay

A Associação Portuguesa de Bancos (APB) considera possível conceder um prolongamento das moratórias para empresas que pertencem a setores que pararam completamente a sua atividade devido à pandemia.

O Turismo e a Restauração são dois dos setores mais afetados pela pandemia, o que levou o presidente do BCP, Miguel Maya, a afirmar, esta terça-feira, que os bancos deveriam manter as moratórias para empresas que atuam no setor do Turismo.

A APB reafirma, porém, que as moratórias são “uma medida temporária e excecional” que se destina a aliviar a pressão sobre agentes económicos viáveis, mas que necessitam de ganhar liquidez. Por isso, considera que as moratórias devem ser conjugadas com outras medidas, destinadas a resolver problemas estruturais com que as empresas se possam estar a debater atualmente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here