BCE reconhece 2023 como ano “difícil” mas não espera recessão na Zona Euro

0
60

A presidente do Banco Central Europeu (BCE), Christine Lagarde, reconheceu que o ano de 2023 não será um ano “brilhante”, mas será menos complicado do que inicialmente pensado pelo BCE.

A Zona Euro não mostra sinais de entrar em recessão, o que se deve à redução dos consumos energéticos e à resistência dos mercados laborais dos países desta comunidade, onde o desemprego está em valores mínimos.

As declarações de Christine Lagarde foram feitas no Fórum Económico Mundial, em Davos, Suíça, onde a presidente do BCE reconheceu ainda a pressão demasiada alta dos preços, garantindo que o objetivo do Banco Central Europeu é devolver a inflação aos 2%, o que significa uma nova subida dos juros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here