Buildemant: uma marca em crescimento

Gonçalo Branco Neves é o sócio-gerente da Buildemant, uma empresa que se dedica à construção civil, com particular destaque para a construção e remodelação de edifícios e o fornecimento e manutenção de mobiliário e equipamentos para laboratório, área que cresceu, neste último ano, considerando o investimento público no setor da Saúde.

0
618
Gonçalo Branco Neves, sócio-gerente

O ano de 2021 era visto como um ano de recuperação económica, mas o país debateu-se com a questão pandémica até ao fim do primeiro semestre. Como foi, para a Buildemant, esta fase?

Tem sido uma fase positiva. Na área da construção, iniciámos o ano com duas remodelações de apartamentos de luxo e, no final do primeiro semestre, iniciámos outra remodelação. Na vertente da manutenção, continuamos a crescer, tanto na manutenção preventiva como na corretiva. No que toca à vertente dos laboratórios, continuamos a ser contactados e no primeiro semestre do ano realizámos várias manutenções de equipamentos, bem como fornecimento de mobiliário específico para esta área.

Quais os cuidados a ter, considerando a vossa área de atuação, que sempre adotaram com vista a poderem continuar a trabalhar?

Desde o início da pandemia, adotámos todas as medidas recomendadas pela DGS. Temos várias equipas no terreno, sempre compostas pelos mesmos elementos, de modo a evitar possíveis contágios pelas diversas equipas e salvaguardando o contacto com o cliente.

Que projetos gostaria de salientar, em particular?

Queria destacar o projeto que nos foi adjudicado no primeiro semestre do ano, uma remodelação de apartamento de luxo sito na zona das Amoreiras. É uma remodelação com projeto assinado por um arquiteto de renome em Portugal, com grande complexidade, que nos obrigou a um estudo aprofundado do projeto e a uma interligação muito rigorosa de todas as atividades e subempreiteiros.

A Buildemant está muito ligada ao fornecimento de mobiliário técnico e equipamentos para laboratório. Com esta questão de saúde pública, como vê o futuro dos serviços prestados?

No nosso entender, com o surgimento da pandemia, houve um maior investimento por parte do poder político na área da saúde, nomeadamente no que toca à investigação. Este facto veio alavancar a Buildemant nesta área de negócio, mais precisamente na manutenção de laboratórios e dos seus equipamentos, com o fornecimento de mobiliário e equipamentos específicos.

Quais os principais desafios com que a Buildemant se debate e que são também problemas do setor em que se insere, que é urgente resolver?

Os principais desafios para qualquer empresa no setor da construção civil são a escassez de mão de obra especializada e a falta de matéria-prima para fabrico de certos materiais. Penso que é importante a criação de incentivos nas profissões ligadas à carpintaria, serralharia, etc., junto dos mais jovens, dado que são profissões essenciais e que estão cada vez mais em risco de extinção.

Quais as perspetivas de crescimento e evolução para a Buildemant?

A Buildemant, desde a sua fundação, tem tido um crescimento que considero sustentável. É uma marca que já é procurada, tendo em consideração todos os trabalhos realizados até à data, algo que nos deixa profundamente gratos e orgulhosos. Neste momento, estamos a contratar mais pessoas – em setembro vamos contar com uma arquiteta e uma administrativa – e vamos mudar de instalações. Temos sabido manter a carteira de clientes, porque eles sabem que podem contar com a nossa ajuda na procura das melhores soluções, com vista à satisfação das suas necessidades.

www.buildemant.pt

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here