Inicio Economia e Finanças Cobrança coerciva baixou 4%

Cobrança coerciva baixou 4%

As dívidas que estavam em processos de execução e cujo dinheiro o Estado conseguiu recuperar totalizou, no ano passado, 1 023,5 milhões de euros, sendo mais de metade deste valor relativo a impostos.

Ainda assim, este valor representa menos 4% de cobrança em relação a 2018, num valor traduzido em 42,2 milhões de euros.

Só no que respeita a impostos (IRS e IRC), o Estado  cobrou coercivamente 500 milhões de euros.

Relacionadas

Incentivo à normalização e apoio simplificado a microempresas entram em vigor amanhã

Os novos apoios para quem esteve em lay-off e também para as microempresas entram em vigor já este sábado.

450 novos infetados com Covid-19 e nenhum óbito a registar

Nesta sexta-feira, Portugal assinalou mais um dia sem óbitos relacionados com a Covid-19. Em relação aos infetados, existem mais 450 novos casos.

Presidente da República acredita que OE2022 será aprovado

O Presidente da República deu a primeira entrevista do segundo mandato à RTP, e afirmou que acredita que o Orçamento do Estado...