Grupo Thales: soluções tecnológicas que moldam o mundo

O Grupo Thales está presente em Portugal há 32 anos, sendo responsável pelo desenvolvimento e implementação de soluções tecnológicas de ponta, como explica o engenheiro e director de Marketing, João Salgueiro. Actualmente, este grupo empresarial é um dos líderes mundiais em produtos tecnológicos para as áreas da Aeronáutica, Transportes, Defesa, Espaço, Segurança e Cibersegurança.

0
299
João Salgueiro, engenheiro e diretor de Marketing

Como se posiciona a empresa no mercado e no mundo, no que respeita ao desenvolvimento de novas tecnologias?

O Grupo Thales está hoje presente em Portugal através de 2 empresas: a EDISOFT e a Thales Portugal, tendo-se iniciado esta presença em 1988, pela participação no capital da empresa EDISOFT, constituída no âmbito da aquisição pela Marinha Portuguesa das Fragatas Meko, que integravam tecnologia da Thales. A Edisoft foi constituída com o objectivo de fixar em Portugal a tecnologia associada aos Sistemas de Gestão dos Sistemas de Combate (CMS), garantir a sua manutenção e a sua evolução com base numa estrutura localizada em Portugal. Desde então, a Edisoft alargou o seu âmbito de actuação, para além do domínio Naval, aos sectores do Espaço, Aeronáutica e Controlo de Tráfego Aéreo. Neste domínio, destacamos a recente adjudicação do sistema de Controlo de Tráfego Aéreo para o Aeroporto de Lisboa e a participação na construção de três Navios Patrulha Oceânicos nos Estaleiros de Viana do Castelo. No domínio Espacial, a Edisoft está fortemente envolvida com a ESA, operando uma estação terrestre na ilha de Santa Maria, nos Açores, para actividade de seguimento e recepção da telemetria dos lançamentos de missões espaciais, efectuados a partir da base de Kourou, na Guiana Francesa, e na recepção, processamento e análise de dados de satélite, de modo a detectar derramamentos de poluentes numa alargada região do Atlântico Norte. Ainda no domínio Espacial, é de realçar a utilização do sistema Operativo RTEMS em mais de 20 satélites em operação, nomeadamente na constelação Europeia do Sistema Galileo. A Thales Portugal posiciona-se como uma empresa de engenharia, integradora global de soluções de Controlo de Tráfego e de Comunicações para o mercado Metro/Ferroviário, sendo um dos poucos Centros de Competência do Grupo neste domínio, com projecção e presença a nível global. Um dos produtos mais importantes desenvolvidos pela Thales Portugal, e com presença global em mais de 18 países, trata-se da plataforma de Conforto ao Passageiro, que integra a informação visual, anúncios sonoros e entretenimento, disponibilizado em diversos modos de transporte. O Grupo Thales é um dos líderes mundiais em tecnologias para os sectores da Defesa, Espaço, Aeronáutica, Transportes, Segurança e Cibersegurança, investindo mais de dois biliões de euros anualmente em R&T, permitindo-lhe definir a agenda tecnológica mundial. As soluções e produtos da Thales destinam-se às grandes Organizações e Alianças, Instituições, Áreas Metropolitanas e Governos, entidades a quem confiamos os destinos e a evolução do mundo.

O apoio à mobilidade é cada vez mais importante. Que soluções existem que facilitem, cada vez mais, essa promoção dos transportes públicos?

Para a Thales, a mobilidade operacionaliza-se através do transporte terrestre, aéreo e marítimo. Ao nível do transporte aéreo e dos sistemas embarcados, a Thales tem soluções para os sistemas eléctricos das aeronaves, sistemas aviónicos e de comunicações, sistemas de detecção e ajudas à navegação, sendo um dos líderes mundiais em sistemas de entretenimento a bordo. Ainda sobre o transporte aéreo, a Thales é líder mundial nos sistemas de Controlo de Tráfego Aéreo e os seus sistemas controlam mais de 40% do espaço aéreo mundial. A Thales é ainda líder em sistemas de Radares no solo e ajudas à navegação, bem como em sistemas de simulação e treino das tripulações. Ao nível do transporte marítimo, a Thales apoia a mobilidade através dos sistemas de comunicações e de navegação presentes nos satélites fabricados e lançados pela Thales. No transporte terrestre, será de destacar a forte presença da Thales no domínio Metro/Ferroviário, onde a Thales é um dos principais integradores mundiais de soluções para o Controlo, Gestão e Segurança deste tráfego.

Que parcerias existem, com vista ao desenvolvimento de projectos e de investigação nestas áreas?

Particularmente para Portugal, a Thales Portugal tem estabelecidas importantes parcerias. Com o IST, para o apoio a estudantes e doutorados, para o desenvolvimento de novas áreas de conhecimento de interesse mútuo, com uma forte componente académica traduzida em aplicação comercial; com um operador de aeroportos, para o desenvolvimento de soluções com vista ao aumento da eficácia das operações aeroportuárias e ainda com gestores de infra-estruturas de transportes para projectos de inovação que respondam a preocupações específicas e necessidades do mercado. Uma vez que a Thales Portugal desenvolve grande parte da sua actividade nos mercados de exportação, dada o reduzido nível de investimento local, são sistematicamente estabelecidas parcerias com fornecedores locais que nos acompanham nas “aventuras” além-fronteiras.

Que avaliação faz da segurança interna e externa nacional?

Olhamos com preocupação para a gritante diminuta preocupação com a protecção das infraestruturas críticas e com a protecção da informação e para a extrema dificuldade em fazer entender o custo/benefício de soluções de protecção. Ainda somos um país de brandos costumes, mas os tempos mudam e depressa.

Portugal tem também uma posição de destaque junto da indústria aeroespacial. Parece-lhe que o sector ainda tem espaço para crescer e se destacar mais, internacionalmente?

A actual situação de pandemia está a ter um forte impacto nas actividade espaciais. No entanto, existe um plano e ambição para o sector espacial em Portugal, tirando partido das capacidades e geografia do país. A Thales Portugal, através da EDISOFT, está a seguir e a suportar este plano e a angariar o suporte do Grupo Thales para estas iniciativas, que permitirão colocar Portugal num plano relevante no cenário aeroespacial europeu.

Existem novidades para breve, que possa partilhar connosco?

Diria que as tendências que se revelarão no curto prazo se centralizam ao nível de uma maior digitalização dos sistemas e serviços, ao nível da Cibersegurança e da Mobilidade. Em todos estes domínios, a Thales Portugal terá novidades e iniciativas a divulgar a seu tempo. Sobre a Mobilidade, novos conceitos e modelos estão a surgir. No entanto, o âmbito da Thales centra-se na gestão e tratamento da informação relacionada com os modos de transportes e os seus utilizadores, que permita a todos, sob diferentes prismas, obter valor para as suas necessidades. Neste ponto, achamos que há ainda um caminho a fazer. A informação tem valor se for utilizada, de nada vale se for guardada.

https://www.thalesgroup.com/pt-pt

https://www.thalesgroup.com/pt-pt

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here