Negócios e finanças pessoais não sobreviveriam a novo confinamento

0
137
Imagem: Pixabay

Um estudo, divulgado pela Fixando, concluiu que cerca de 40% das pessoas não sobreviveria, financeiramente, a um novo confinamento, semelhante àquele decretado pelo Governo aquando do Estado de Emergência.

Ainda no mesmo estudo, os resultados deixam antever que a maioria dos negócios não sobreviveria se tivesse de voltar a parar durante dois meses.

A maioria das pessoas que respondeu a este inquérito (62%) é de opinião que este Estado de Contingência irá afetar os negócios novamente, ainda que os mesmos possam laborar e 28% chega mesmo a afirmar que as medidas tomadas pelo Governo são prejudiciais ao país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here