“Os materiais de qualidade estão em destaque nos últimos anos”

A MEGABOX Interiores celebra este ano o seu 18º aniversário. Enquanto empresa representante das melhores e mais prestigiadas marcas de decoração e mobiliário, cresceu – conta com dois showrooms, um em Lisboa e outro em Almancil – e recentemente surgiu também a fábrica própria, para assegurar qualquer peça de madeira única ou alteração exclusiva que seja necessário efetuar. José de Lima Raposo, o administrador da empresa, deseja que no futuro a MEGABOX Interiores se continue a reinventar, para oferecer serviços mais eficientes aos clientes.

1
684
José de Lima Raposo, administrador

Quando, em 2003, apostou na criação da empresa e no posicionamento no mercado, ambicionava o percurso que, entretanto, aconteceu?

Claro que sim, a MEGABOX foi-se transformando continuamente no sentido de servir e acompanhar melhor os seus clientes ao longo do tempo. Os principais marcos consistiram na abertura das lojas, bem como na sofisticação e exclusividade das marcas, valorizando sempre qualidade e design, a que se associa um apoio/serviço ao cliente irrepreensível, antes, durante e pós-venda. Tem vindo a ser uma preocupação constante dotar a MEGABOX de um portfolio totalmente abrangente, com o objetivo de satisfazer na íntegra todas as necessidades dos clientes em matéria de “materiais de construção” de interiores. Assim, inauguramos recentemente uma fábrica/carpintaria, constituindo, nesse sentido, o último pilar que faltava.

Como caracteriza a MEGABOX?

A MEGABOX é, desde 2003, representante exclusiva de algumas das mais prestigiadas marcas do setor da construção e decoração de interiores, caracterizadas pela aposta na qualidade e design. Apresentamos uma oferta integral com várias soluções, nomeadamente nas áreas de equipamento sanitário, wellness, torneiras, cozinhas, pavimentos, revestimentos, iluminação, mobiliário de jardim, closets, roupeiros e eletrodomésticos. Com exposição em Lisboa e no Algarve, comercializamos produtos e serviços de excelência, coerentes com a imagem e posicionamento dos projetos dos clientes. Temos uma equipa de profissionais especializada, com completo conhecimento das nossas marcas e produtos, interpretamos e oferecemos as melhores opções, disponibilizando todas as ferramentas e apoio técnico.

Considerando a presença da MEGABOX Interiores em Almancil, os investidores estrangeiros, nomeadamente ingleses, destacam-se, de entre os clientes para quem trabalham?

Sem dúvida, a esmagadora maioria dos nossos clientes é internacional e o mercado do Reino Unido assume particular relevância.

Quais as principais diferenças entre o público nacional e internacional – em particular o britânico?

Eu diria que os clientes internacionais, de uma forma geral, são mais “justos”, isto é, valorizam muito mais a qualidade dos produtos e do serviço, estando dispostos a pagar por essa diferenciação. Por outro lado, legitimamente, são mais exigentes.

Que serviços levam a cabo, no que respeita à decoração e ao design?

Não pretendemos concorrer com os nossos parceiros, quer isto dizer que não nos substituímos aos arquitetos e decoradores, claro que temos colaboradores com esta formação, com o propósito de falarem uma linguagem comum e de colaborarem na procura conjunta da solução ideal para cada caso. Após encontrada essa solução, é necessário especificá-la tecnicamente e é aí que essas valências são importantes, facilitando a integração das peças no projeto do arquiteto/decorador. No entanto a resposta é sim, são possíveis peças personalizadas e exclusivas, bem como projetos chave na mão.

São representantes exclusivos de muitas marcas de prestígio. Em Portugal, a preocupação com o design dos imóveis e a sua decoração tem-se acentuado nos últimos anos?

Nos últimos anos, temos assistido a uma maior aposta nos materiais de acabamento de qualidade. Na minha opinião, tal facto deve-se ao peso crescente que o mercado internacional tem tido em Portugal, não só no Algarve, mas também em Lisboa e um pouco por todo o país. Com efeito, anunciar empreendimentos de qualidade ou mesmo luxo com preços a condizer e os materiais de acabamento ficarem muito aquém desses adjetivos tem sido motivo de fracasso e frustração nas vendas, quando o alvo é o mercado internacional.

Quais os próximos projetos e objetivos – particularmente desafiantes – que queira salientar?

Penso que posso resumir tudo numa única frase: reinventar constantemente para prestar um serviço cada vez mais eficiente e eficaz aos nossos clientes finais e parceiros!

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here