António Costa assume metas para a Economia Azul

0
118

O primeiro-ministro, António Costa, discursou no primeiro dia da 2ª Conferência dos Oceanos da Organização das Nações Unidas (ONU), onde definiu novas metas para a chamada “Economia Azul”.

Assumindo que o oceano é um importante regulador climático e que ajuda a regular os níveis de carbono, o primeiro-ministro deixou também claro que o oceano pode ser um elemento importante para a autonomia energética e mesmo para a estratégia de descarbonização.

António Costa prosseguiu dizendo que Portugal vai apostar nas energias renováveis oceânicas, com o objetivo de atingir os 10 gigawatts de capacidade até 2030, e vai também operacionalizar o campus do mar, com vista à promoção da economia do mar e ao desenvolvimento de uma maior quantidade de startups ligadas a esta área.

O primeiro-ministro aproveitou ainda este discurso para anunciar que Portugal irá organizar novamente o Fórum para a Economia Azul, naquela que será a sua segunda edição, tendo já a anterior tido lugar em Portugal. O evento já está agendado para o ano que vem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here