Bankinter baixa spread do crédito à habitação para o mínimo de 0,85%

0
178

A nova campanha do banco Bankinter, intitulada “Quando tudo sobe, o spread desce” dá o mote para esta diminuição do spread mínimo do crédito à habitação, que se nos 0,85%, entre 17 de setembro e 18 de novembro deste ano.

Além desta diminuição do spread mínimo, que representa uma diferença de 0,05% relativamente àquilo que já tinha sido disponibilizado por esta instituição bancária em campanhas anteriores, o Bankinter baixou também as taxas fixas do crédito à habitação para 1,75% (nos primeiros dois anos); para 2,25% (nos primeiros 5 anos); e para 2,50% (nos primeiros 10 anos). Após estes períodos, os clientes terão acesso a um spread a partir de 0,85%, após transitarem para a taxa variável.

Esta campanha é extensível a quem queira trocar o seu crédito à habitação de banco, e o Bankinter compromete-se a pagar os custos desta transferência, caso o cliente tenha também taxa variável na instituição bancária de origem.

Relativamente aos clientes que já tenham crédito habitação contratado e estejam preocupados com a subida do valor da prestação, o banco disponibiliza condições vantajosas de taxa fixa para vários prazos.

“Este conjunto de medidas vem reforçar o nosso compromisso de apoiar as famílias na realização dos seus projetos, em particular a compra de casa, disponibilizando condições vantajosas na atual conjuntura de subida da inflação e de juros”, explica Vítor Pereira, diretor de Produtos, CRM, Marketing e Canais Digitais e Membro da Comissão Executiva do Bankinter.

A prova disso é a campanha que o Bankinter vai lançar, com medidas para ajudar a população a fazer face à inflação.

A campanha “Sr. Dinheiro” visa consciencializar o público sobre a importância de uma gestão eficiente da economia das famílias nesta conjuntura de incerteza económica e de subida da inflação. Para isso, o banco destaca diferentes soluções e serviços financeiros que disponibiliza aos clientes, para responder ao impacto negativo do aumento generalizado de preços, tais como a Conta Mais Ordenado, isenta de comissões e com remuneração até 252 euros nos primeiros dois anos, ou as soluções de poupança e investimento que permitem rentabilizar as poupanças dos clientes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here