Comissão de segurança criada para avaliar a rede 5G

0
338
Imagem: Flickr

O Governo recebeu ordens da Comissão Europeia para garantir a segurança das redes de quinta geração. O executivo de António Costa já tem um plano para o 5G, mas criou uma Comissão para avaliar os riscos de segurança inerentes à utilização da mesma.

Este novo grupo de trabalho funcionará no âmbito do Conselho Superior de Segurança do Ciberespaço e será coordenado por um representante do Centro Nacional de Cibersegurança. Do grupo farão também parte um representante da Presidência do Conselho de Ministros e das áreas da Transição Digital, Negócios Estrangeiros, Defesa Nacional, Administração Interna e Infraestruturas.

Luís Barreira de Sousa, o embaixador da Ciberdiplomacia, também integrará esta Comissão, bem como outros representantes de entidades como o Serviço de Informação da República Portuguesa, Autoridade Nacional das Comunicações e Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal.

O objetivo fundamental deste grupo de trabalho é aplicar todas as medidas que a União Europeia designa como fundamentais e sobre as quais publicou um documento que denominou “caixa de ferramentas”. Neste documento, a EU aconselha os Estados-membros a aplicarem medidas no caso de entenderem que os fornecedores deste serviço são de “alto risco”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here