Cortar luz, água ou gás volta a ser possível a partir de julho

0
234
Imagem: Açores 24 horas

A Associação de Defesa do Consumidor (DECO) alertou esta quarta-feira para o facto de o mês de junho ser o último durante o qual é proibido cortar serviços essenciais a quem não consiga pagar as faturas, nomeadamente de água, eletricidade e gás.

No entanto, a partir do mês de julho, esta proibição termina, pelo que voltará a ser possível às empresas fornecedoras destes serviços cancelar o seu fornecimento ao cliente, até que seja liquidada a dívida existente.

No entanto, antes da existência deste corte do serviço, a empresa deve informar o consumidor disso mesmo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here