Inicio Economia e Finanças IRS e IMI mantêm prazos estipulados no início do ano

IRS e IMI mantêm prazos estipulados no início do ano

O Governo já anunciou várias medidas destinadas a diminuir o impacto do coronavírus na economia nacional e nas vidas das famílias, mas recusa adiar os prazos de entrega do IRS e de pagamento do IMI.

As famílias terão como alternativa pedir o pagamento em prestações, destas duas obrigações fiscais.

A informação foi dada ao Jornal de Negócios pelo gabinete do Ministério das Finanças, liderado por Mário Centeno.

As empresas, por outro lado, têm ao seu dispor uma moratória no que respeita ao pagamento dos impostos e das obrigações para com a Segurança Social, no que concerne aos trabalhadores.

O Ministério das Finanças diz que a situação continuará a ser diariamente avaliada, embora explique que a flexibilização de pagamento para as empresas acontece para que estas possam assegurar o pagamento dos salários dos trabalhadores.

Relacionadas

13 141 casos de infeção por coronavírus, 380 mortes e 196 recuperados

A Direção-Geral de Saúde já fez a conferência de imprensa diária, onde atualiza os números relativos à pandemia.

OIT aponta para 15 milhões de empregos afetados pela Covid-19

A Organização Internacional do Trabalho levou a cabo um estudo e os resultados não são animadores para a Europa.

Governo anuncia linha de apoio à Ciência e a empresas que produzam EPI

O executivo de António Costa criou uma linha de apoio à ciência, que disponibilizará 20 milhões de euros, e outra para apoiar...