Inicio Economia e Finanças IRS e IMI mantêm prazos estipulados no início do ano

IRS e IMI mantêm prazos estipulados no início do ano

O Governo já anunciou várias medidas destinadas a diminuir o impacto do coronavírus na economia nacional e nas vidas das famílias, mas recusa adiar os prazos de entrega do IRS e de pagamento do IMI.

As famílias terão como alternativa pedir o pagamento em prestações, destas duas obrigações fiscais.

A informação foi dada ao Jornal de Negócios pelo gabinete do Ministério das Finanças, liderado por Mário Centeno.

As empresas, por outro lado, têm ao seu dispor uma moratória no que respeita ao pagamento dos impostos e das obrigações para com a Segurança Social, no que concerne aos trabalhadores.

O Ministério das Finanças diz que a situação continuará a ser diariamente avaliada, embora explique que a flexibilização de pagamento para as empresas acontece para que estas possam assegurar o pagamento dos salários dos trabalhadores.

Relacionadas

Emprego: medidas de apoio custam 1 453 milhões de euros

O Estado tem na manutenção dos empregos a sua maior despesa. Entre abril e novembro, o Estado...

Segurança Social: formulários para lay-off estão disponíveis

De acordo com a Segurança Social, os formulários para as empresas que quiserem aderir ao lay-off já estão disponíveis através da Segurança Social...

Governo apertou medidas de combate à pandemia

O Conselho de Ministros, realizado ontem, teve como objetivo analisar as medidas já em vigor e aplicar outras, para que fosse possível reduzir...