“Portugal goza de popularidade na Suécia”

Portugal e Suécia têm relações diplomáticas e comerciais que remontam ao século XVII. Hoje, Portugal está na lista dos 30 maiores mercados de exportação, para a Suécia, e ambos os países partilham preocupações ligadas às alterações digitais e climáticas, bem como à importância de um mercado interno europeu livre e com bom funcionamento. Culturalmente, a Embaixadora da Suécia em Portugal, Helena Pilsas, diz que os dois países se podem ainda conhecer melhor.

0
82

Como caracteriza a relação política e diplomática existente entre estes dois países?

A Suécia e Portugal têm excelentes e antigas relações, celebrando 380 anos. Hoje a cooperação é tanto bilateral como multilateral, abrangendo um espectro amplo de várias áreas. Uma parte importante da nossa cooperação é a nossa parceria como membros da União Europeia, onde partilhamos valores fundamentais e opinião sobre várias questões. Um exemplo é a Cimeira Social que decorreu no Porto durante a Presidência portuguesa da União
Europeia, na Primavera de 2021. A primeira Cimeira Social, focada em questões relacionadas com o mercado de trabalho e crescimento sustentável teve lugar em Gotemburgo, na Suécia, em 2017. Portugal e a Suécia também enfatizam a importância da cooperação multilateral, do comércio livre e de um mercado interno que funcione bem. Outras áreas de interesse partilhado são as questões relacionadas com o clima e com a transição digital e verde.

Qual a importância da comunidade sueca para Portugal e da comunidade portuguesa na Suécia?

A cooperação entre países torna-se ainda mais forte quando inclui diferentes atores e ângulos, também a nível local, companhias, organizações e pessoas. Tem sido muito interessante encontrar-me com membros da comunidade sueca aqui. Alguns já cá estão há muitas décadas, outros chegaram recentemente. Muitos falaram sobre como se sentiram
calorosamente bem-vindos aqui. A Embaixada mantém um diálogo ativo com outras entidades suecas aqui; a Câmara de Comércio Luso-Sueca (CLS), a Escola Sueca, a SWEA, uma organização internacional para mulheres suecas no estrangeiro bem como o Clube Sueco. Os nossos quatro cônsules honorários em Portugal também são pontes importantes na
cooperação entre Portugal e Suécia.

Culturalmente, estes dois povos são distintos. Que ações e projetos são desenvolvidos para dar a conhecer mutuamente ambas as culturas?

Creio que existem diferenças mas também muitas semelhanças. Portugal goza de popularidade na Suécia e tenho a impressão de que a Suécia tem uma boa imagem de
marca em Portugal. No entanto, acho que nos poderíamos conhecer melhor. A cultura pode ter um papel importante nisto. “Cenas da vida conjugal” de Ingmar Bergman foi encenado em Lisboa no Verão passado e uma versão mais moderna da “Menina Júlia” de August Strindberg foi apresentada no Porto. Nesse âmbito, houve partilhas muito interessantes sobre o papel da família, a igualdade de género, transformações na sociedade e muito mais.

Qual a importância de Portugal para a Suécia, no que respeita ao desenvolvimento de novos negócios e parcerias, à instalação de empresas suecas em Portugal e às importações suecas vindas de Portugal?

Portugal está na lista dos 30 maiores mercados de exportação para a Suécia. Em 2021 as exportações suecas para Portugal ascenderam a 8 biliões de coroas suecas e as importações de Portugal para a Suécia a 6,1 biliões de coroas suecas. A Câmara de Comércio Luso-Sueca tem cerca de 100 membros, grandes empresas globais, mas também pequenas empresas recém-chegadas. Portugal é atraente para as empresas suecas, enquanto como membro da União Europeia, visando a inovação, transição digital e verde.

Quais os projetos futuros planeados, onde a Embaixada da Suécia em Portugal tome parte, que gostaria de salientar?

O primeiro é a preparação para a Presidência sueca da União Europeia na Primavera de 2023, na qual antevemos com expectativa trabalhar com Portugal e com os outros países-membros da União Europeia. Outro é a Web Summit, em novembro de 2022, na qual esperamos uma forte presença de companhias e participantes suecos. Também decorrerão as eleições na Suécia, em 11 de setembro, para as quais é importante a Embaixada preparar-se.
No entanto, o meu mandato em Portugal vai terminar no Verão, depois de cinco anos. Eu partirei com gratidão e com saudades!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here