Teletrabalho é “recomendado” mas há trabalhadores que podem continuar em casa

0
87

O teletrabalho passou a ser apenas “recomendado” pelo Governo, desde dia 15 de janeiro, o que significa que quem continua a trabalhar a partir de casa terá de o fazer através de um acordo com a entidade patronal.

No entanto, existem exceções a essa regra, como é o caso dos cuidadores informais, pessoas imunodeprimidas e mesmo alguns pais, estes últimos com filhos até três anos, que não necessitam do acordo da entidade patronal para poderem continuar a exercer as suas funções a partir de casa.

Recorde-se que o teletrabalho é recomendado pelo Governo, para situações em que seja possível exercer a sua atividade laboral, de forma completa e sem a prejudicar, a partir de casa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here