“Distinguimo-nos pela equipa e pelo método de trabalho”

A FisioPrime abriu portas há quatro anos, para responder às necessidades diretas de atletas e instituições desportivas da região de Viseu. Entretanto, o seu público alargou-se a toda a população que tivesse necessidade de cuidados de Fisioterapia, Nutrição, Pilates clínico e outros exercícios de recuperação física. Gustavo Almeida, fisioterapeuta e CEO desta clínica, admite o crescimento da empresa e a entrada de novos profissionais para breve, dada a contínua procura dos serviços.

0
714

A FisioPrime surgiu numa altura em que não existia nenhuma clínica de Fisioterapia em Viseu capaz de responder às necessidades dos atletas da região. Quatro anos depois da criação deste espaço, como se posicionam no mercado? O principal público-alvo continuam a ser os
atletas?

Quando abrimos portas, em 2018, o foco foi sem dúvida atletas e entidades desportivas da cidade. Rapidamente começámos a nossa evolução no mercado e a procura da população em geral aumentou. Não negamos a ninguém o acesso aos nossos serviços, tentámos foi modificar um pouco as mentalidades para tornar as pessoas mais conscientes da importância do movimento, bem como o facto de ser essencial serem mais ativas. Quando percebemos, tínhamos pessoas quase sedentárias a tornarem-se atletas amadores em diferentes modalidades. Atualmente, embora seja uma clínica de referência na cidade de Viseu,
sentimos que ainda existe margem de progressão para a FisioPrime.

Quais os principais serviços que disponibilizam?

A FisioPrime disponibiliza vários serviços, desde Fisioterapia generalista até à Fisioterapia
especializada em diferentes áreas, por exemplo, a Fisioterapia para ATM (articulação temporomandibular), para Pavimento Pélvico, especializada em atletas de corrida, Drenagem Linfática com especialidade em mastectomias e linfedemas; Pilates e exercício clínico, que fazem parte integrante de todos os processos de recuperação, e também a Nutrição, quer para o público em geral, quer especializada em atletas.

Quais as principais diferenças que vos distinguem de uma clínica de fisioterapia e reabilitação comum? Que tipo de equipamentos e técnicas dispõem que são importantes para os atletas?

As diferenças para uma clínica de fisioterapia comum são o método de trabalho, a equipa e as
suas especializações e os equipamentos que podemos usar. As nossas sessões de tratamento
podem ser de uma hora ou mais, dependendo dos casos ou das necessidades. Perdemos tempo no diagnóstico para ganhar tempo na recuperação. A equipa é composta por quatro fisioterapeutas e um nutricionista, todos com diferentes especialidades, que complementam o trabalho uns dos outros. Um trabalho em equipa é que leva a resultados muitas vezes melhores do que aquilo que os utentes esperavam. Por último, os equipamentos com as
mais recentes tecnologias que temos disponíveis ajudam-nos a conseguir atingir os objetivos
propostos.

Considerando que a população, em geral, teve dificuldades para, durante o período pandémico e de confinamento, continuar a levar a cabo os seus tratamentos, como avalia agora o estado de saúde daqueles que não se conseguiram manter ativos e em tratamento?

Felizmente conseguimos contornar a situação de pandemia globalizada. A equipa uniu esforços e, no período de confinamento, fazíamos o acompanhamento dos casos mais pertinentes por videochamada e fomos conseguindo gerir os processos de tratamento. Assim que nos foi possível abrir portas novamente, concluímos os tratamentos e atualmente já não temos nenhum caso que venha dessa altura.

Quais os desafios futuros para a FisioPrime? É possível uma expansão da clínica, através de mais serviços ou de outros espaços?

A FisioPrime teve um grande crescimento nestes quatro anos e a equipa já é pequena para as
necessidades. Por isso, em setembro vão entrar mais dois fisioterapeutas para a equipa, passando de quatro para seis. Isso obriga a uma pequena reestruturação do espaço, no entanto vai permitir ajudar mais gente em tempo útil e diminuir as listas de espera que, a esta altura, nos deixam bastante incomodados. Existem também algumas novidades noutras áreas, mais relacionadas com a Nutrição, que estamos a preparar para os nossos atletas e para os atletas em geral, entre outros projetos que estão, para já, na gaveta, mas que, mais dia menos dia, podem avançar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here