Neste Verão os seus olhos exigem atenção!

O Verão é sem dúvida uma época repleta de alegria, com férias, piqueniques e passeios à praia. A temperatura quente é sempre bem-vinda após um longo Inverno ou uma Primavera chuvosa, mas o Verão também pode ter alguns efeitos adversos nos seus olhos. Sendo uma época onde os cuidados geralmente são atirados para terceiro plano, enquanto médico oftalmologista pretendo consciencializar dos potenciais perigos e também partilhar algumas dicas de prevenção, para que possa manter os seus olhos saudáveis durante todo o Verão.

0
476
J. Salgado-Borges, MD, PhD FEBO Diretor clínico da Clinsborges Embaixador em Portugal do TFOS (Tear Film & Ocular Surface Society)

Quais os problemas oftalmológicos do Verão?

É verdade que problemas oculares podem afetar qualquer pessoa em qualquer altura do ano, mas no Verão, há alguns tipos de problemas que são mais suscetíveis de se desenvolver:

– Alergias oculares de Verão: Quando se pensa em alergias oculares, pode-se pensar que estas só ocorrem na Primavera, mas desengane-se, pois alergénios comuns e específicos são predominantes no Verão. Por exemplo, o mofo e as sementes atingem frequentemente o seu auge durante os meses mais quentes. As pessoas alérgicas a estes dois alergénios podem ter um aumento dos sintomas da alergia ocular, incluindo prurido nos olhos, ardor e olhos secos.

– Queimaduras da córnea: As queimaduras solares não afetam apenas a pele. Demasiada exposição solar também pode causar uma queimadura da córnea e sintomas, tais como olhos secos, visão turva e sensação de areia.

– Olhos secos: Os olhos secos são uma condição muito comum e podem afetar as pessoas durante todo o ano. Os problemas podem aumentar durante o Verão. As temperaturas elevadas no exterior em conjunto com os ventiladores e o ar condicionado no interior, são a armadilha perfeita para exacerbar os sintomas do olho seco. Os sintomas comuns são a sensação de areia nos olhos, ardência e vermelhidão.

– Aumenta o risco de infeção: Embora o Verão possa não ser uma época de frio e gripe, não está imune ao desenvolvimento de uma infeção ocular. Estas infeções podem ocorrer em qualquer altura do ano, mas certas atividades “outdoor” podem aumentar o seu risco, por exemplo acampar ou nadar, pode expô-lo a agentes patogénicos.

-Olhos cansados: O Verão pode significar um aumento na sua agenda social. Férias, festas, e outras atividades de Verão podem deixar-lhe com pouco sono e causar a conhecida fadiga ocular e irritação.

Que cuidados ter com os seus olhos durante o Verão?

Certamente o Verão não é o momento ideal para “tirar férias” com os cuidados oculares. É fundamental seguir todas as precauções de saúde e segurança dos olhos, tais como lavar as mãos antes de manusear as lentes de contato, não partilhar a maquilhagem dos olhos, e usar óculos de proteção adequados para a sua diversão desportiva de Verão. Há também várias outras ações que pode realizar para manter os seus olhos saudáveis. Considere as seguintes sugestões:

– Usar protetor solar: Use um protetor solar com um FPS de 30 ou superior, e não se esqueça de o aplicar nas áreas em redor dos seus olhos, incluindo as pálpebras.

– Beber muita água: É mais provável que fique desidratado no Verão, quando está calor no exterior. A desidratação afeta a capacidade natural do seu corpo de produzir lágrimas. Manter-se hidratado promove a produção normal de lágrimas e previne que estes sequem.

– Utilizar gotas oftálmicas para os olhos: Os olhos secos podem agravar no Verão, e lubrificar com gotas oftálmicas pode ajudar. Considere a utilização lágrimas artificiais sem conservantes. Sugerimos a reservar uma consulta com um dos nossos médicos oftalmologistas, para que este possa recomendar as mais indicadas à sua condição.

– Diminuir a exposição a alergénios: Nem sempre é possível diminuir toda a exposição a alergénios, especialmente os que se encontram no exterior. Mas usar óculos de sol e lavar o rosto assim que se chega do exterior pode ajudar a remover os alergénios e a diminuir qualquer sintoma relacionado.

– Usar óculos de proteção quando se vai nadar: Quando vai nadar, o cloro pode irritar os seus olhos. Além disso, se for dar um mergulho em rio ou lago, as bactérias contaminantes podem mesmo danificar os seus olhos. O uso de óculos de natação pode reduzir a irritação.

– Usar óculos de sol: Deve usar óculos de sol sempre que estiver ao ar livre durante o dia, mesmo que o tempo esteja nublado. Estes são o seu maior aliado contra os raios ultravioleta que pode causar danos oculares a curto e longo prazo. Se usar lentes de contacto, muitas marcas de lentes têm a proteção UV incorporada, mas ainda assim é necessário usar óculos de sol, dado que estas não cobrem as áreas circundantes do seu olho. Uma vez que no mercado existe uma enorme variedade de óculos de sol gostaria de lhe dar a conhecer que características considerar para uma melhor proteção e manutenção da sua saúde visual.

1. Lentes com Proteção 100% contra UV Verifique se as lentes têm filtro de proteção dos raios UV, deve ter um autocolante ou etiqueta (de uma marca certificada) indicando que as lentes bloqueiam 100% os raios.

2. Quanto maior a cobertura, melhor Quanto maior a cobertura dos óculos de sol, menos danos solares são infligidos nos olhos. Óculos sobredimensionados ou de estilo wrap around, ajudam a proteger a entrada de UV no olho a partir das zonas laterais.

3. As lentes mais escuras não protegem melhor É um erro pensar que lentes escuras possam bloquear melhor os raios UV. Verifique sempre qual a densidade de bloqueio dos raios UV. Por outro lado, lentes muito escuras e sem a proteção adequada são mais prejudiciais do que benéficas, pois obrigam a uma maior abertura da pupila (midríase), ficando o olho exposto aos malefícios da radiação.

4. As lentes polarizadas cortam o brilho, não os raios UV. A polarização reduz o brilho de superfícies refletoras como a água ou o pavimento. No entanto, não oferece maior proteção contra os raios, mas pode tornar algumas atividades “outdoor” mais seguras ou confortáveis.

Por fim, sugiro sempre que verifique junto de uma ótica a validade do filtro de raios UV, nas lentes de óculos de sol e consulte um médico oftalmologista regularmente.

https://www.clinsborges.pt

www.salgadoborges.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here