Nutrição consciente: a importância das escolhas

Sílvia Calero é nutricionista e na sua prática clínica baseia o seu método de trabalho na pessoa, conduzido através de um processo de autoconhecimento, recorrendo a técnicas de coaching e mindfulness, que através de um plano alimentar personalizado visa uma mudança consciente de comportamentos alimentares.

0
294
Sílvia Calero, nutricionista

“Esta mudança de hábitos tem de ser feita por etapas e objetivos. Devemos alterar os nossos hábitos, tendo consciência dessa mudança e dos seus benefícios”, começa por explicar Sílvia Calero. “É isso que é a Nutrição Consciente. É um processo que passa por permitir à pessoa ter noção do seu comportamento alimentar, perceber como esse comportamento a influencia nas suas escolhas e estilo de vida e também o impacto desses comportamentos no seu meio ambiente”.

Esta mudança de comportamentos passa por uma reeducação alimentar baseada na alimentação saudável, mas Sílvia Calero alerta para a grande quantidade de desinformação existente: “A alimentação está muito associada a modas, relacionadas a diversos tipos de dietas, criando desinformação. É importante procurarmos informação credível. O ato de nos alimentarmos é uma necessidade básica e crucial com implicações diretas para a nossa saúde, é um momento de nos nutrirmos, de nos sentirmos bem connosco e de socializarmos”. Um dos maiores entraves a uma alimentação saudável é a ideia de que esta é “cara e tem uma preparação demorada”. Sílvia Calero rebate: “Tudo depende das nossas escolhas. E é aqui que entra a educação alimentar, temos de ter consciência do valor nutricional dos alimentos e não apenas do seu valor comercial. É necessário planear as nossas refeições para sabermos orientar os nossos recursos económicos sem desperdício. A desorganização por vezes dá mais trabalho e é mais dispendiosa. Uma literacia nutricional é crucial”.

Uma alimentação saudável depende de uma dieta equilibrada, variada, completa e não castradora. Para Sílvia Calero, o segredo está em dar à alimentação a importância que ela merece: “Devemos pensar na questão da alimentação quando estamos a realizar o plano de refeições, a fazer as nossas compras e ao comer. De resto, não devemos atribuir demasiada atenção a essa questão, pois pode tornar-se castrador e criar padrões obsessivos”.

Todavia, para uma alimentação saudável, o confinamento pode ser um desafio: “Mais uma vez, são as escolhas e planeamento que fazem a diferença. A fácil disponibilidade dos alimentos levanos a uma rotina de petiscos ao longo do dia. É fundamental que aproveitemos este tempo para reorganizar a despensa, criar o hábito de planear e preparar as refeições e estabelecer horários para comer. Isto ajuda a interiorizar hábitos mais saudáveis e a automatizá-los, fazendo deles algo normal no nosso dia. No plano atual, a alimentação saudável é determinante, patologias como obesidade, diabetes e a hipertensão arterial são fatores de risco para a gravidade na infeção por Covid-19”. Em relação a um plano de emagrecimento, os estilos de vida de cada um devem ser respeitados: “As pessoas têm de se comprometer com o seu processo, mas o plano alimentar deve estar totalmente ajustado às suas necessidades de saúde e socioeconómicas. É importante também que saibam ultrapassar as dificuldades diárias, como ir às compras e escolher os alimentos certos. Por esse motivo, faço questão de ir às compras com os clientes, para os elucidar sobre quais os melhores alimentos a adquirir e trabalhar a leitura dos rótulos”.

O acompanhamento que Sílvia Calero presta aos seus clientes é muito próximo: “É importante estarmos presentes para o outro e não nos cingirmos a uma área geográfica, sobretudo nesta fase que atravessamos, daí a necessidade da criação das consultas online, que têm tido imensa adesão. Criei ainda os grupos de trabalho, nomeadamente terapia de grupo, onde trabalhamos comportamentos alimentares, sobretudo para quem já deixou um plano de emagrecimento e não conseguiu ter mudanças de comportamento ou aqueles que querem ter hábitos mais saudáveis. O processo torna-se mais fácil quando é partilhado. Futuramente irei realizar cursos e workshops, disponíveis no site, áreas a que também me dedico presencialmente, que neste momento estão inativos. Estes irão ser direcionados para consumidores e profissionais de saúde”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here