Remax Ideal: o Grupo líder de mercado no Alentejo

O Grupo Remax Ideal lidera, há três anos consecutivos, o mercado imobiliário do Alentejo. Com quatro anos de existência e uma ambição constante de crescer, sempre com base em valores firmes e sólidos, o broker, Pedro Caldeira, já é responsável por quatro agências e antecipa um futuro de crescimento e expansão.

0
541
Pedro Caldeira, broker

Pedro Caldeira está há perto de 20 anos no setor imobiliário. O seu percurso começou em 2004, quando começou a trabalhar como consultor imobiliário numa agência Remax: “Mantive-me como consultor até 2011, embora tenha existido um período em que saí do setor. No entanto, quando regressei, fi-lo enquanto responsável de equipa, novamente na Remax”.

O responsável pelo Grupo Remax Ideal não esconde que, já nesse período, o seu desejo era o de abrir uma agência sua: “Quando voltei ao ramo imobiliário e constitui uma equipa, já estava a pensar em ter a minha própria loja, mas na época o plano de expansão da marca Remax não previa uma terceira loja em Évora e já existiam duas…Assim, as minhas opções passavam por formar uma equipa e ficar a trabalhar na Remax, mostrar o meu trabalho e ter uma oportunidade ou selecionar outra marca de agências imobiliárias e quem sabe ter logo a minha própria loja”. Pedro Caldeira não hesitou: “Eu estou na Remax e tenho o ADN desta marca dentro de mim. Não podia tomar outra decisão que não a de assumir uma equipa e começar a mostrar o meu trabalho. A partir do momento que fiz isso, os resultados começaram a aparecer. Conquistei prémios que nunca tinham sido alcançados na região do Alentejo e entrei para o Hall of Fame da Remax – acabei por ir receber o prémio a Las Vegas, na convenção anual da marca”.

Em maio de 2017, a oportunidade que Pedro Caldeira tanto almejava aconteceu e foi a partir daí que nasceu a Remax Ideal, a sua primeira agência própria, em Évora: “Esta agência foi formada pela equipa que eu já geria e os resultados não podiam ter sido melhores. Em 2017 acabámos por só trabalhar meio ano, mas a partir de 2018 temos sido hegemonicamente a liderança de mercado na região do Alentejo”.

Valores inabaláveis são a razão do sucesso

Com quatro anos de existência, o Grupo Remax Ideal já conta com quatro agências: duas em Évora – a Remax Ideal e a Remax Ideal Duo; uma em Beja, a Remax Ideal Pax, surgida há cerca de um ano e uma em Reguengos de Monsaraz, a Remax Ideal Muralha, que se juntou ao Grupo há seis meses. Ciente de que o crescimento do Grupo tem sido exponencial, Pedro Caldeira explica isso com os valores diferenciadores e inabaláveis da equipa: “Conseguir ser a agência número 1 do Alentejo, por três anos consecutivos, quando sabemos que existem agências a trabalhar o mesmo mercado que contam com 15 ou mais anos de trabalho, é muito gratificante. No entanto, não estaria a ser verdadeiro se dissesse que fiquei surpreendido pelos resultados. Não fiquei, porque nós nascemos para ser diferentes. Este era o nosso objetivo – não ser apenas mais uma agência, mas ser uma agência que marcasse pela diferença, pela forma como tratava o cliente e sabíamos que esta diferença se iria refletir em resultados. No entanto, não posso negar que ultrapassaram as expectativas”.

Todas as agências do Grupo Remax Ideal cresceram, nos últimos dois anos. De 2020 para 2021, três das agências – Remax Ideal Duo, Remax Ideal Pax e Remax Ideal Muralha – vão concluir o mês de agosto com um valor mais alto do que aquele que foi conseguido até ao final do ano passado: “A Remax Ideal, a casa-mãe, já tem uma maturidade diferente, portanto não tem este tipo de crescimento. Ainda assim, regista um aumento de valores na ordem dos 15 por cento”. O segredo do sucesso está, invariavelmente, nas pessoas: “As pessoas que fazem parte da equipa são pessoas leais, honestas, com espírito de equipa e de entreajuda. Isso marca toda a diferença. Na nossa equipa, só têm lugar aqueles que têm esses comportamentos bem vincados. Não abdicamos desta nossa cultura. A marca Remax é conhecida pelo recrutamento constante e nós não somos exceção. Todavia, se o consultor não tiver estas qualidades humanas, não tem futuro no Grupo. Por outro lado, quando percebemos que um novo consultor tem estas características e, para mais, está a fazer de tudo para ter sucesso profissional, mas não consegue, analisamos imediatamente o que pode estar a falhar na nossa estrutura interna, pois pode ser algo que as pessoas que trabalham diretamente com ele não estejam a fazer da melhor forma. O nosso objetivo, enquanto equipa, é que todos tenham sucesso”.

A formação e as decisões tomadas são duas razões que ditam o sucesso de um projeto e Pedro Caldeira destaca, em particular, a importância da equipa nas decisões tomadas: “As decisões são tomadas em conjunto. Eu defino o caminho e a estratégia, mas todas as decisões são repartidas. O sucesso que alcançamos é muito por culpa da equipa que representa o Grupo Remax Ideal. Obviamente, a formação é fundamental para uma evolução constante do próprio consultor e para um conhecimento cada vez maior do mercado que trabalha. A Remax disponibiliza a sua formação obrigatória, constituída por um modelo-base, mas depois todas as agências podem e devem adaptar a formação às equipas que têm e ao mercado que trabalham”.

O mercado do interior do país tem desafios e mais-valias completamente distintos dos existentes nas grandes cidades do litoral. No entanto, a pandemia, o confinamento, a necessidade de distanciamento social e a possibilidade de trabalhar a partir de casa – situação que se veio a revelar, para muitos, definitiva – fez com que muitas famílias decidissem mudar o seu local de residência em definitivo. Outros há que optaram por adquirir uma segunda residência, um “refúgio” para tempos difíceis ou só para períodos de descanso: “Muitas famílias perceberam, aquando do confinamento, que tinham muita falta de espaço nos seus imóveis na cidade. Outras decidiram mudar de residência sobretudo devido ao facto de conseguirem adquirir imóveis com muito mais espaço, pelo mesmo valor, tendo em consideração que o preço dos imóveis no mercado do Alentejo é muito diferente do que é praticado nas grandes cidades. Algo muito procurado são as casas para reconstruir, numa vila, ou mesmo quintas e montes, perto de uma localidade. Continua, também, a ser importante a existência de um acesso fácil à autoestrada, para quem precisa de ir frequentemente a Lisboa”.

Embora os mercados de Reguengos de Monsaraz, Beja e Évora sejam todos díspares, todas as agências estão a faturar muito bem, o que foi uma surpresa, dada a diferente densidade populacional de cada uma destas regiões: “O mercado tem uma alta rotatividade. No caso de Évora, particularmente, o facto de os investidores dos Vistos Gold terem de optar por outras regiões do país que não as cidades de Lisboa e Porto colocou esta cidade do interior como uma boa alternativa para estes investidores, sobretudo no que respeita a imóveis no centro histórico da cidade”.

O Grupo Remax Ideal nunca parou de trabalhar, nem mesmo durante a pandemia, à semelhança da marca Remax. Por esse motivo, o crescimento contínuo foi possível, bem como a aquisição das duas agências mais recentes do Grupo, em Beja e em Reguengos de Monsaraz: “A Remax tem na sua génese a ambição. Crescer, querer sempre mais faz parte do dia a dia de quem faz parte desta marca e as condições para conseguirmos alavancar o nosso negócio são únicas – a marca Remax tem quase 400 lojas em Portugal e cerca de 10 mil consultores, o que nos permite um trabalho em rede, entre todos, que é impossível de conseguir em qualquer outra marca. Se um cliente meu precisar de um imóvel no Norte ou no Algarve, basta-me contactar o especialista da Remax naquele mercado e, com certeza, o cliente ficará satisfeito. Além disso, está sempre na linha da frente no que respeita à evolução tecnológica, bem como às tendências de mercado”.

Quando questionado sobre o futuro, Pedro Caldeira é perentório em afirmar que, a curto prazo, o principal objetivo é afirmar e consolidar as duas novas agências: “Neste momento, a loja de Beja existe há um ano e a de Reguengos há seis meses. Por enquanto, a curto prazo quero cimentar bem esses mercados e obter uma quota de mercado ainda maior nas regiões onde estamos inseridos A medio prazo, equaciono a possibilidade de expandir o Grupo para o Algarve ou para a Margem Sul”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here