“Temos de dignificar a profissão de engenheiro”

A PROMENG foi fundada em 2018, pelo engenheiro Pedro Chichorro Rodrigues, e veio preencher uma lacuna no mercado, no que concerne à consultoria nas áreas da Engenharia e Construção. Passados quatro anos desde a sua criação, o seu fundador considera que o caminho percorrido é positivo, mas assume que ainda há muito para fazer.

0
318

A PROMENG foi criada para suprir uma necessidade de consultoria na Engenharia e
na construção. Depois destes anos de mercado, que análise faz desta aposta?

A PROMENG, Project Management Engineers visa suprir uma área da prestação de serviços de
engenharia em Portugal relacionada com a Gestão de Empreendimentos Públicos e Privados. Após estes anos de atividade conseguimos alguns contratos de relevo no panorama nacional,
principalmente na área ferroviária. O caminho está a ser muito positivo, mas consideramos que ainda há muito para desenvolver e implementar na componente da gestão de empreendimentos de construção no mercado nacional. A PROMENG, Project Management Engineers tem valências especializadas na prestação de serviços nas áreas de
Project Management, Fiscalização de obras, Elaboração de Cadernos de Encargos, Planeamento de obras e ferramentas de gestão, Controlo de custos de obras, Revisão de preços, Elaboração de Cadernos de Encargos e avaliação de propostas de empreitadas de obras públicas, Erros e Omissões, Trabalhos a mais/Trabalhos complementares e
trabalhos a menos, Código dos Contratos Públicos na Fase de Execução do Contrato, Gestão contratual de empreitadas públicas e FIDIC – Red e Yellow Books.

Quais os serviços que a PROMENG disponibiliza e aqueles que, por serem mais especializados, são particularmente solicitados? Que projetos gostaria de realçar, como exemplos do vosso trabalho?

Os contratos mais relevantes atualmente estão relacionados com projetos ferroviários das
Infraestruturas de Portugal, nomeadamente a assessoria técnica de apoio ao desenvolvimento dos contratos de empreitada e fiscalização da Linha da Beira Alta, Troço Pampilhosa-Guarda, a gestão integrada de projetos no âmbito de empreendimentos de telemática ferroviária, na
linha da Beira Alta, linha do Oeste, Bobadela, Santa Apolónia, Évora-Caia e linha de Vendas Novas e ainda a Supervisão Técnica de infraestruturas de telemática ferroviária na Gare Intermodal de Lisboa, linha de Cascais e linha do Oeste, entre o troço de Meleças e Caldas da Rainha.

A Engenharia está, cada vez mais, diretamente ligada à tecnologia. Como se posiciona a PROMENG relativamente a esta questão?

A gestão contratual de empreitadas de obras públicas e privadas é cada vez mais complexa. A
evolução tecnológica na gestão deste tipo de empreendimentos está, cada vez mais, relacionada com a utilização generalizada de ferramentas informáticas, colaborativas ou não, que possam suportar de forma consistente a gestão de informação entre todos os intervenientes do processo construtivo. Em Portugal, ainda não há um desenvolvimento e implementação consistente deste tipo de ferramentas informáticas de gestão de informação. No entanto, a PROMENG, ciente de que o caminho é este, utiliza um software colaborativo
para a gestão de informação de alguns contratos de fiscalização.

Quais os principais desafios que a Engenharia enfrenta, tendo em consideração a evolução que a mesma atravessa?

A Engenharia em Portugal atravessa vários desafios nos próximos tempos. O período muito prolongado sem investimentos na construção provocou o êxodo de vários técnicos com anos de experiência. Grande parte destes técnicos especializados não irá voltar para exercer a sua profissão em Portugal, fundamentalmente devido às condições remuneratórias praticadas. O ciclo de investimentos inverteu-se, existindo atualmente um grande investimento na construção de infraestruturas e obras privadas, mas a mão de obra especializada é
escassa e a experiente ainda é menor. Adicionalmente, existe, no mercado da prestação de
serviços de engenharia, uma continua prática de pagamentos abaixo do aceitável. O desafio, sem dúvida, passa pela dignificação da profissão do engenheiro.

Quais os objetivos para 2022 que a PROMENG tem planeados?

Gostaríamos de crescer em projetos relacionados com a gestão contratual, pública e privada. No caso particular da gestão pública, a atual versão do Código de Contratos Públicos permite às entidades públicas a contração da prestação de serviços de gestão de contratos, sendo claramente uma aposta da PROMENG, uma vez que somos especialistas em gestão contratual e, inclusivamente, já desenvolvemos o modelo para implementação deste tipo de prestação de serviços.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here