“A adaptação ao digital é evidente e fulcral”

A AS Real Estate desenvolve a sua atividade na área imobiliária. Tendo iniciado este projeto em plena pandemia, André Silva assume que a ASRE já nasceu voltada para as soluções digitais e o acompanhamento do cliente investidor. Com uma carteira de clientes abrangidos pelo Golden Visa, esta agência imobiliária acredita que fechará 2022 com um balanço muito positivo, para lá do que tinha sido inicialmente delineado.

0
313

Com a pandemia, e apesar de os valores dos imóveis não se terem alterado, que mudanças sentiu no setor?  

Iniciámos a atividade da AS Real Estate em plena pandemia, fruto da experiência que vínhamos a ter no setor, sentimos ser este o momento ideal para a aposta neste novo projeto. O mercado manteve-se estável, com os naturais aumentos de valores de mercado, tendo sido notado um crescimento substancial nas vendas. Neste momento já se faz sentir a falta de produto, nomeadamente apartamentos com valores de mercado entre os 200/300 mil euros. Notamos que os promotores imobiliários já anteciparam este cenário e temos em mãos alguns processos de consultoria para edificação.

A compra e venda de imóveis sempre foi um negócio de pessoas. No entanto, a época de confinamento fez com que a internet fosse a solução encontrada para continuar a trabalhar. Considera que o digital tem, agora, uma maior importância no processo de transição do imóvel?

Claro que sim. Como em quase todos os setores de mercado, o digital foi a forma de poderem continuar em operação. No que concerne ao mercado imobiliário, estamos a assistir a uma digitalização de todo o processo, com um enfoque muito grande na forma de chegar ao cliente e na forma de apresentação o imóvel. Na ASRE usamos cada vez mais o vídeo e a visita virtual, que permite ao cliente “entrar” dentro de casa e observar todos os detalhes sem sair do seu lugar. Cremos que será o caminho futuro, a desmaterialização do processo e a disponibilização ao cliente do maior número de dados, para que possa fazer a avaliação do imóvel sem ter de se deslocar presencialmente.

Cada vez mais, os clientes não querem dirigir-se a diversos locais diferentes para poder transacionar o imóvel. Esta foi uma das razões para que a AS Real Estate surgisse também com o serviço de intermediação de crédito?

Na verdade, o cliente procura cada vez mais um serviço completo. Na ASRE, temos disponíveis todos os serviços solicitados pelo cliente. Desde a intermediação de crédito, o apoio jurídico, o apoio fiscal, entre outros, mais vocacionados para a consultoria ao investimento. Com os olhos postos no futuro, estamos diariamente na procura de melhores formas de servir o cliente, mais e melhores serviços, mais abrangência, mais portfolio.

O investimento imobiliário é uma das áreas em maior crescimento no país. Como se posiciona a AS Real Estate nesta área? 

A ASRE potenciou a sua gama de oferta, estando neste momento a operar com investimento associado ao Golden Visa, à promoção de projetos imobiliários e à consultoria para investidores, assumindo também um papel fundamental na pesquisa, negociação e venda de alguns projetos de edificação.

Neste novo ano, como lhe parece que o mercado imobiliário se irá comportar?

Os indicadores disponíveis apontam para uma continuação natural da evolução do mercado, sem grandes sobressaltos previstos. Iremos manter o foco em proporcionar as melhores soluções para os nossos clientes e manter sob observação a evolução dos indicadores.

Relativamente à AS Real Estate, como se desenha este ano de 2022? Existe a perspetiva de crescer?

A ASRE prevê em 2022 fechar o primeiro ano de atividade com um arranque acima do previsto inicialmente, tanto em volume de vendas, como em carteira de imóveis. A resposta do mercado tem sido muito positiva e temos conseguido retirar daí o nosso crescimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here