“Este prémio é um reconhecimento do nosso trabalho”

A JMM Demolições nasceu em 1984, pela mão de José Manuel Mendes. Inicialmente dedicada à construção civil, rapidamente acrescentou ao leque de serviços prestados a terraplanagem. Sempre com o foco em servir bem o cliente e aproveitar as oportunidades, a JMM especializou-se mais tarde em remoção de fibrocimento e em demolições. Atualmente, os três filhos do fundador trabalham na empresa e foi Cristina Mendes, gestora, a responsável por dar a conhecer o projeto, num ano em que a JMM Demolições foi reconhecida com a distinção de PME Excelência.

0
2902
Paula Mendes, Cristina Mendes, José Manuel Mendes (fundador) e Vítor Mendes

“Quando o meu pai começou, realizava trabalhos de construção civil sobretudo para particulares e também para empresários que queriam construir a sua fábrica, sobretudo na área têxtil. O que o distinguia era o facto de sempre querer investir em máquinas e ferramentas que facilitassem o serviço humano”, começa por referir Cristina Mendes, que recorda a importância que o pai dá ao investimento em material e maquinaria: “Este é um dos pontos fortes da JMM. Se o meu pai soubesse que poderia fazer mais rapidamente um determinado trabalho adquirindo uma máquina, e reconhecesse que o próximo trabalho que ia fazer poderia ajudar a comprar essa máquina, ele investia. Faz questão, ainda hoje, de estar na vanguarda da tecnologia”.

Prova disso mesmo é o facto de a JMM Demolições ser a única empresa no país que tem a maior máquina de demolição, bem como a maior máquina de escavação: “Em 2010, em plena crise, investimos na maior máquina de demolições existente em Portugal, que pode ir até 40 metros de altura para demolir uma construção. Há cerca de meio ano, investimos no oposto – a máquina com maior capacidade de escavação – vai até 30 metros de profundidade. Assim neste momento temos a que vai mais alto e a que desce mais fundo”.

Em ambos os casos, essas aquisições aconteceram em virtude dos serviços que a empresa presta atualmente: “As terraplanagens surgiram quase em simultâneo com a construção civil. Só as demolições e a remoção de fibrocimento é que chegaram um pouco mais tarde e, também elas, porque aprendemos a transformar dificuldades em oportunidades. No caso da remoção do fibrocimento, percebemos que existia um nicho de mercado que podíamos trabalhar e investimos nas formações e nos equipamentos necessários para o desempenho desta atividade. Desde então, somos uma empresa certificada para a execução deste trabalho e fazemo-lo por todo o país. As demolições surgiram na sequência da crise da construção civil e dos novos tipos de obras que apareceram, nomeadamente as requalificações urbanas. Nestes casos, era quase sempre necessário derrubar a construção existente para depois reconstruir e a JMM Demolições especializou-se neste segmento”. Demolições como as das últimas torres do Aleixo, no Porto, a praça de touros em Viana do Castelo, a Brasileira, no Porto, já fazem parte do portefólio de trabalhos desta empresa que, atualmente, trabalha na renovação do Hospital Militar, Tawny Project da Round Hill/MEFIC – Residencial de Estudantes Amial, também no Porto e, em Cascais, na grande transformação da Entrada Nascente, onde tudo se está a transformar.

O esforço e dedicação ao trabalho foi coroado em 2021, quando a empresa recebeu a distinção de PME Excelência, referente ao ano transato. Cristina Mendes admite que este prémio dá alento e é um orgulho para toda a família JMM: “É o reconhecimento do nosso trabalho. Somos PME Líder desde 2009, mas o prémio PME Excelência é outro patamar. Sabemos, porém, que há sempre um caminho a percorrer e coisas que ainda podem ser feitas. Este reconhecimento permite-nos acreditar que estamos no caminho certo”.

Este desejo de renovação é parte fundamental do ADN desta empresa familiar, cujo slogan é “a new beginning”: “Um novo começo. De certa forma, sempre que partimos para um projeto novo, sobretudo quando este é uma demolição de algo, é literalmente um novo começo que se avizinha. A demolição dará lugar à construção do futuro e é assim que nos vemos: sempre atentos às novidades, no que diz respeito à tecnologia de vanguarda, para assegurarmos a quem connosco trabalha que fazemos o trabalho com qualidade, mas também de forma mais rápida e com o máximo de segurança possível”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here