Leasys Portugal: uma nova mobilidade para todos

Com a missão de “oferecer soluções inovadoras para uma mobilidade mais eficiente” a clientes particulares e empresariais, a Leasys aposta na flexibilidade e na mudança. Com serviços que vão desde o típico Renting ao Leasys Miles, dos veículos elétricos aos de combustão, dos novos aos usados, a empresa orgulha-se de ser pioneira no mais recente conceito de mobilidade: integrado, fluído e global. Bruno Lourenço é o country manager da Leasys Portugal e sublinha a importância de uma empresa como esta para o mercado português.

0
675

Como caracteriza Portugal no que diz respeito às soluções de mobilidade?

Em Portugal, há um seguimento da tendência de utilização vs. propriedade, que foi acelerado no pós-pandemia. A utilização ainda não é a escolha principal, mas é algo que está a crescer. Para além do que constatamos no dia a dia, têm sido feitos vários estudos com resultados que apontam para o facto de as gerações mais jovens terem um foco cada vez maior na utilização de serviços como alternativa à aquisição. Efetivamente, a propriedade da viatura é algo que se tem vindo a esbater e, cada vez mais, é a utilização que conquista território. Isto tem muito a ver com a disponibilização de soluções de mobilidade e com o crescimento da intermodalidade entre soluções e providers no ecossistema da mobilidade.

Em termos de infraestruturas, o país está a caminhar para que a mobilidade elétrica seja possível?

A nível de infraestruturas, o país tem-se estado a preparar. Haverá ainda um caminho a percorrer, é certo. No entanto, é bom ter exemplos de quem faz melhor em consideração. O nosso desenvolvimento de infraestruturas tem evoluído substancialmente nos grandes centros urbanos, e nas auto estradas, essa é a verdade.

Quais as soluções para particulares e empresas que a Leasys apresenta?

Nós temos uma customização que permite adaptar o produto a uma utilização mais empresarial ou particular através dos serviços disponibilizados. Para além desta customização temos diversos produtos com características muito específicas que visam satisfazer as necessidades de cada cliente. A solução de renting pay-per-use do produto Leasys Miles propõe ao cliente uma cobrança por quilómetro percorrido, sendo uma solução de mobilidade extremamente flexível e adaptada às necessidades específicas de cada dia em particular. Outra solução que temos, muito focada no conceito da flexibilidade, é o Be Free, um produto que possibilita ao utilizador ter ao seu dispor uma viatura através de um contrato de renting, mas que permite a saída antecipada do contrato sem penalizações. Outro dos produtos que tem despoletado muito interesse é o Smart Renting, uma fórmula em que a Leasys se disponibiliza, desde logo, a dar a conhecer o valor de venda do veículo no final do contrato de renting.

Considerando a área de atividade em que estão inseridos, qual o compromisso da Leasys, no que diz respeito à sustentabilidade?

A nossa campanha de lançamento, em Portugal, focou-se numa viatura elétrica. Nós temos um enorme compromisso em viaturas elétricas e híbridas, na mobilidade sustentável. Isso faz parte do ADN da Leasys, e do grupo Stellantis do qual fazemos parte. Além disso, temos ainda a preocupação de fazer o seguimento da nossa pegada ecológica ao nível do funcionamento da empresa com os consequentes planos de ação relativos à sua diminuição.

Os particulares também já procuram as viaturas elétricas?

Sim, procuram viaturas elétricas, em particular, quando experimentam. Estas viaturas têm tido uma evolução tecnológica muito acelerada nos últimos anos e, em paralelo, têm continuado a haver desenvolvimentos de infraestruturas. Claramente, as barreiras à entrada das viaturas elétricas têm sido derrubadas. Nota-se que há uma tendência crescente para a venda de veículos elétricos no nosso país. Temos, enquanto empresa de mobilidade, de liderar esta transformação.

A Leasys recebeu o MFA 2021 para Melhor Empresa de Renting. Qual é a importância deste prémio para o vosso posicionamento no mercado?

Nós recebemos estes prémios internacionalmente e, essencialmente, os dois prémios que ganhámos são focados num serviço de Car Sharing de viaturas elétricas, que lançámos o ano passado, em Itália e na empresa de renting como um todo. Do ponto de vista de branding, continuamos focados no pilar da mobilidade. Esses dois prémios vieram, no fundo, reconhecer o nosso compromisso com a mobilidade e a eletrificação.

Tendo em consideração o impacto que o Turismo tem no aluguer de viaturas, como avalia este último ano relativamente ao impacto que a pandemia teve no setor?

A Leasys iniciou a sua atividade em 2021, mas de alguma forma, nós já conhecíamos o mercado antes de, efetivamente, arrancarmos. Este foi um ano a duas velocidades. A primeira metade, profundamente afetada por lockdowns e, uma segunda metade, com uma recuperação significativa. Quase que estamos, ao longo dos meses de Outono e Inverno, a viver um Verão prolongado com taxas de ocupação bastante elevadas no RAC. Isto, no aluguer de curto prazo. No que diz respeito ao Renting, em 2020, dada a situação da pandemia, houve um adiar de decisão das empresas na renovação das suas frotas. 2021 foi, então, o ano em que se assistiu um pouco a essa renovação introduzindo alguma dinâmica ao mercado do aluguer de longa duração.

Relativamente ao tema “Retomar Portugal”, como lhe parece que Portugal se comportará em relação à retoma económica?

Portugal vai, naturalmente, crescer como consequência da contínua abertura da economia no atual cenário de pandemia e dos incentivos que nos chegam da Europa. A longo prazo, penso que depende fundamentalmente de outros líderes. Penso que temos de fazer uma ligeira alteração de direção no nosso mindset e não nos focarmos tanto no diagnóstico mas sim na implementação e em sermos proprietários dessa implementação. Não deixar nas mãos de outros para que resolvam os nossos problemas. As coisas não mudam da noite para o dia. Tudo se faz de pequenas mudanças incrementais. Os resultados nascem se nós quisermos e trabalharmos todos os dias para que eles aconteçam.

Como se desenha 2022 para a Leasys Portugal?

Em 2022, a Leasys vai entrar no seu segundo ano completo de atividade. Estou convicto de que vamos continuar nesta nossa curva de crescimento, com a entrada em novos segmentos. Queremos, de algum modo, marcar presença onde, atualmente, ainda não estamos. Temos também um foco grande nas melhorias da operação. Está na altura de fazermos ajustes e tornarmos a operação mais eficiente. Isto sem perdermos o nosso ADN de empresa de mobilidade ligada à eletrificação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here