“Sairemos reforçados da pandemia”

A Avenidas fazia incidir a sua área de atuação sobretudo no setor da mobilidade turística, organizando tours e disponibilizando serviços de motorista e guias privados para quem visitava Lisboa, em particular, e outras regiões específicas do país. Com a chegada da pandemia, a empresa reinventou-se e o fundador e CEO, Manuel Reis, diz-se muito orgulhoso da resiliência demonstrada.

0
539
Manuel Reis, fundador e CEO

Apesar de estar desenhado particularmente para a atividade turística, nas suas variadas vertentes, o serviço da Avenidas adaptou-se, durante a pandemia, para servir a população nacional. Que serviços acrescentaram à vossa oferta?

Sempre utilizámos processos inventivos e práticos na empresa, nomeadamente em relação ao user experience. Somos uma empresa que, utilizando as nossas viaturas, capital humano e esta mesma ferramenta, fornecemos praticamente qualquer tipo de serviço. Se o cliente se lembrar e tiver imaginação, nós resolvemos. É daí que vem o nosso lema, “Here for you”, para o qual criámos o conceito Avenidas Resolv. Na pandemia, esta forma de tratar os nossos clientes, de estruturar a nossa user experience, fez toda a diferença. Assim, começámos a ir às compras pelos clientes (de supermercados, mas também farmácias e quaisquer outros tipos de produtos), oferecendo uma qualidade de serviço inigualável, visto que existe um contacto constante entre o cliente e os nossos motoristas. Começámos a fechar parcerias com supermercados e empresas de cabazes biológicos, mais uma vez adaptando a nossa user experience, via grupo de whatsapp exclusivo, para orientar as devidas operações. O mesmo aconteceu com restaurantes e as entregas, que neste momento são a nossa maior área de negócio. O nosso leque de serviços abrange atualmente serviços de concierge, transporte escolar particular, serviços de estafeta, operador turístico (tours privadas, rotas personalizadas, transferes), distribuição em escala, serviços de compras e eventos.

Como reagiu este novo leque de clientes a estas ofertas? A procura pelos vossos serviços foi grande?

No início da pandemia tivemos um grande destaque sobre o nosso serviço de compras de supermercado. Angariámos mais de 500 novos clientes em menos de dois meses. O serviço era mesmo inovador e fez-nos aumentar bastante o nosso alcance. A partir daí ficámos com acesso a muito mais clientes, que depois nos permitiu fazer cross-selling, fornecendo todo o leque de serviços aos mesmos.

O que distingue a vossa empresa das restantes concorrentes do mercado, em serviços como as compras e entregas em casa?

Os nossos motoristas e equipa estão habituados a um nível de escrutínio e de exigência característico do setor do turismo de alta qualidade. Penso que essa atenção ao cliente não existe no mercado da distribuição, das entregas, das compras e como as pessoas não estão habituadas a isso, faz-nos sobressair.

Ainda em 2020, a Avenidas venceu o Travel and Hospitality Awards, na categoria de Excellence in Branding of the Year 2020. Que importância teve esta distinção?

Foi um grande orgulho ver o nosso trabalho reconhecido. Algo que nos deu força anímica, mas trouxe também credibilidade numa altura importante. Tem sido uma arma no nosso trabalho comercial, utilizando-a para fechar novas parcerias.

Neste momento, já atravessamos a fase de desconfinamento gradual. Ainda assim, os serviços que criaram durante a pandemia e o confinamento irão continuar ativos?

Queremos em primeiro lugar passar esta fase difícil. Com todos os novos clientes que angariámos, parcerias que fechámos, queremos que a empresa Avenidas enquanto marca, saia reforçada desta pandemia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here