Vila Cova Imobiliária: “A sua satisfação é o nosso triunfo!”

Fundada em 2020, e localizada em Vila do Conde, a Vila Cova Imobiliária nasce com a ambição de oferecer as melhores oportunidades aos seus clientes. Com a missão de “desenhar soluções à medida dos seus sonhos”, a empresa atua nas áreas de compra, venda, arrendamento e permuta de imóveis. A pouco tempo de completar dois anos de atividade, Filipe Vila Cova, diretor da imobiliária, prevê um futuro risonho para a empresa.

0
35
Filipe Vila Cova, diretor (à direita)

A Vila Cova Imobiliária nasceu em 2020, num ano ainda assolado pela pandemia e pela consequente crise que daí adveio. O que vos levou a iniciar um projeto empresarial nesse momento?

Na realidade, este projeto tem início em 2019, quando eu ainda trabalhava numa outra entidade. Em janeiro de 2020, fizemos a abertura da loja. Contudo, nessa altura, já se falava da Covid-19, mas não numa perspetiva tão séria. A verdade é que, dois meses depois, tivemos de fechar portas. Claro que isso nos assustou um pouco, dada a incerteza característica da altura.

Tendo em conta que, nos últimos anos, houve um boom de agências imobiliárias, o que é que distingue a Vila Cova Imobiliária das restantes?

Na minha perspetiva, o cliente não é um número. Isto é, acabamos por construir uma relação de amizade com o cliente ao longo do tempo. Nesse sentido, tratamo-lo como se fosse um amigo. Gostamos que tudo flua com uma certa naturalidade. Preferimos, por isso, ser poucos e bons no que estamos a fazer. Ao sermos uma empresa familiar, essa parte da gestão é mais facilitada.

A formação que fazem aos vossos profissionais é interna?

Sim, começa por ser interna. Passa por dar a entender o que é este ramo e o que é ser comercial. No nosso ramo, perder tempo é perder dinheiro. Portanto, começamos sempre por dar uma formação inicial e, se virmos que a pessoa tem aptidão para ser comercial, passamos para algumas formações mais profissionais.

O setor imobiliário foi dos que mais se manteve estável, mesmo durante o período pandémico. Como avalia esse comportamento?

Na nossa zona, temos a felicidade de estar junto ao mar. Temos, por isso, o mercado de habitação própria permanente, como também temos o mercado de segunda habitação. Há muita gente com algum capital que pensou em investir. Nesse sentido, nós também tentamos ajudar o nosso cliente a rentabilizar o que tem. No nosso mercado, começamos a ver mais movimento em termos de construção nova. Temos sempre muito produto, principalmente, de pessoas que não são de cá e que querem vender o seu imóvel. Além disso, a propósito dos Golden Visa, já começamos a sentir algum movimento na zona do Grande Porto.

Com a pandemia, muitas famílias quiseram mudar de vida e procuraram imóveis com determinadas características, nomeadamente espaço exterior. Isso verificou-se com a equipa da Vila Cova Imobiliária?

Sim, muito. Havia muita gente que não valorizava um apartamento ter varandas e que, depois da pandemia, começou a valorizar muito o espaço exterior. Também notamos essa diferença em relação a pessoas com dois filhos, por exemplo, que dividiriam facilmente um quarto. Depois da pandemia, já queriam ter o seu próprio espaço e, por isso, já procuravam um T3 e não um T2. Hoje em dia, o requisito principal do cliente é a varanda ou o terraço. Cada vez é mais complicado o cliente comprar um imóvel sem espaço exterior.

Enquanto empresário do ramo imobiliário, qual é a sua opinião em relação a um possível período de Retoma?

Acredito que, aos poucos, vamos conseguir regressar à normalidade. Penso que o pior já ficou para trás. Vamos ter de nos adaptar a novas realidades, mas vejo o futuro com bons olhos. Na minha opinião enquanto empresário, o pior momento já passou. O mercado vai, certamente, melhorar.

Até ao momento, que balanço é possível fazer destes quase dois anos da Vila Cova Imobiliária?

Apesar da pandemia, o ano 2020 superou as nossas expectativas. Abraçar este projeto familiar foi a melhor decisão que tomamos e o nosso primeiro ano não podia ter corrido melhor. Em relação ao futuro, é claro que queremos sempre mais. Não queremos estagnar. Ambicionamos o crescimento e investir em pessoas com potencial e que entendam o nosso mercado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here